Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 12 de março de 2009

A flor e o espinho

Paulinho Moska é um jovem quarentão é cantor, compositor e actor brasileiro.

Começou a tocar violão aos 13 anos com amigos. Formado em teatro e cinema pela CAL (Casa de Artes de Laranjeiras), no Rio de Janeiro. Integrou o o grupo vocal Garganta Profunda, que, em seu repertório, cantava de Beatles e Tom Jobim à óperas medievais. Em 1987 formou o grupo Inimigos do Rei, com amigos do Garganta, Luiz Nicolau e Luis Guilherme.

Ele aqui canta um velho êxito de Nelson Cavaquinho, acompanhado de Zélia Duncan


Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha magoa
A minha dor e os meus olhos rasos d'agua
Eu na sua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor

Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua

Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Que eu quero passar com a minha dor

Caso não consiga ver o vídeo clicar >>>>>>>>>>>> aqui



2 comentários:

A Senhora disse...

O cara é demais! :)

(Eu meus leitores achando que eu tinha blogs demais... ;))

Luís Maia disse...

Senhora

Nada disso em vez de ter tudo o que escrevo ao monte, está separado por blogues e por temas que eu gosto.

Apareça sempre