Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sexta-feira, 30 de maio de 2008

A valsa dos amantes

Jorge Fernando é uma voz que nos toca, cante o que cantar, pode ser fado, que ele é um fadista de mãos cheia, um viola magnífico e ... é um poeta.

Que é isso de se dizer que existem poetas de fado ? provavelmente para amesquinhar quem escreve letras para serem cantadas em tom de fado.

É mentira, existem poetas que fazem poemas de sentir, outros não. Jorge Fernando faz poesia como canta, com a Alma



Há um sorriso pequeno nos lábios que amei
faz tempo que te não via e ao ver-te pensei
estás mudada, estou mudado
e dos jovens que um dia se amaram nasceu este fado


Há um sorriso pequeno no homem que eu sou
iniciámos o amor quando o amor nos chegou
não me esqueço, não te esqueças
que inocentes,escondidos,escondemos
o amor feito ás pressas

Não penses que te vejo como outrora
a vida esgota a vida hora a hora,
o tempo gasta o tempo e marca a gente,
o espelho mostra como eu estou diferente
não estou novo não sou novo
mas não peças que a vida te apague do fundo de mim

Há um sorriso pequeno nos olhos dos dois,
há uma dúvida triste que existe e depois
fico a espera,estás a espera
mas a voz não se atreve e uma lagrima em mim desespera

Não penses que te vejo como outrora
a vida esgota a vida hora a hora
o tempo gasta o tempo e marca a gente
o espelho mostra como eu estou diferente
não estou novo não sou novo
mas não peças que a vida te apague do fundo de mim

Caso não consiga ver o vídeo clicar >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> aqui

2 comentários:

xistosa disse...

...mas não peças que a vida te apague do fundo de mim.

Ler o poema cantado ... é a segunda vez e por coincidência, a 1ª. foi ontem ...

Belo!

Luís Maia disse...

O Jorge Fernando é um primoroso músico, também completo por ser um grande poeta, grande na viola e excelente voz, sobretudo nestas baladinhas e no Fado, onde é um nome respeitadissímo