Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Lábios de mel

Meu amor quando me beija
Vejo o mundo revirar
Vejo o céu aqui na terra
E a terra no ar
Os seus lábios têm um mel
Que a abelha tira da flor
Eu sou pobre, pobre, pobre
Mas é meu o seu amor
Quem tem amor peça a Deus
Pra seu bem
Lhe amar de verdade
Para mais tarde
Não ter desenganos
E chorar de saudade
Quem foi na vida
Que teve um amor
E esse amor sem razão lhe deixou
E até hoje não guarda no peito
A marca da dor


domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mar azul

Maravilha este tema cantado por Cesaria Évora e Marisa Monte


O... Mar, detá quitinho bô dixam bai
Bô dixam bai spiá nha terra
Bô dixam bai salvá nha Mâe... Oh Mar
Mar azul, subi mansinho
Lua cheia lumiam caminho
Pam ba nha terra di meu
São Vicente pequinino, pam bà braçá nha cretcheu...
Oh... Mar, anô passá tempo corrê
Sol raiá, lua sai
A mi ausente na terra longe... O Mar




terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Gostoso demais

Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso
Do teu abraço gostoso
De passear no teu céu
É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dar prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz
Pensamento viaja
E vai buscar meu bem-querer
Não dá prá ser feliz, assim
Tem dó de mim
O que eu posso fazer.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Alentejo

Alentejo cantada pelos Ceifeiros de Cuba, na Taberna do Lucas, em Cuba, Alentejo.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Esta ilha que há em mim

Simone Bettencourt de Oliveira canta com Dulce Pontes

Esta ilha que há em mim
E que em ilha me transforma
Perdida num mar sem fim
Perdida dentro de mim
Tem da minha ilha a forma
Esta lava incandescente
Derramada no meu peito
Faz de mim um ser diferente
Tenho do mar a semente
Da saudade tenho o jeito
Trago no corpo a mordaça
Das brumas e nevoeiros
Há uma nuvem que ameaça
Desfazer-se em aguaceiros
Nestes meus olhos de garça
Neste beco sem saída
Onde o meu coração mora
Ouço sons da despedida
Vejo sinais de partida
Mas teimo em não ir embora