Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Jerusalém de ouro

Na sua recente deslocação a Israel o rei cantou em 2 linguas

Como o ar de montanha
E transparente como o vinho
E o cheiro de pinho
Vem como o vento no tardecer
Como voz de campainhas
E quando a pedra e a árvore dormem
Então também está sonhando
Minha cidade Jerusalém
(Refrão)(2x)
Jerusalém, Jerusalém
Tu és de cobre, ouro e luz
Tu és cidade do meu Rei
Senhor Jesus
Como secaram as cisternas?
E o mercado está vazio
Ninguém visita o monte-templo
Na cidade velha
E nas cavernas que estão nas rochas
Os ventos chegam a chorar
Ninguém mais desce a Jericó
Onde Jesus entrou
(Refrão)
Quando venho a cantar-te
E a coroar-te de glória
Sou o menor dos menores
Dos filhos teus, Jerusalém
Teu nome queima os meus lábios
Como um beijo de amor
Não me esquecerei jamais
Jerusalém de Deus
(Refrão)




sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Catedral

O deserto que atravessei
Ninguém me viu passar
Estranha e só
Nem pude ver que o céu é maior

Tentei dizer
Mas vi você
Tão longe de chegar
Mais perto de algum lugar

É deserto onde eu te encontrei
Você me viu passar
Correndo só
Nem pude ver que o tempo é maior

Olhei pra mim
Me vi assim
Tão perto de chegar
Onde você não está

No silêncio uma catedral
Um templo em mim
Onde eu possa ser imortal
Mas vai existir
Eu sei, vai ter que existir
Vai resistir nosso lugar

Solidão, quem pode evitar?
Te encontro enfim
Meu coração é secular
Sonha e desagua dentro de mim
Amanhã, devagar
Me diz como voltar

É deserto onde eu te encontrei
Você me viu passar
Correndo só
Nem pude ver que o tempo é maior

Olhei pra mim
Me vi assim
Tão perto de chegar
Onde você não está

No silêncio uma Catedral
Um templo em mim
Onde eu possa ser imortal
Mas vai existir
Eu sei, vai ter que existir
Vai resistir nosso lugar

Solidão, quem pode evitar ?
Te encontro enfim
Meu coração é secular
Sonha e deságua dentro de mim
Amanhã, devagar
Me diz como voltar

Se eu disser que foi por amor
Não vou mentir pra mim
Se eu disser deixa pra depois
Não foi sempre assim

Tentei dizer
Mas vi você
Tão longe de chegar
Mais perto de algum lugar

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Amor à primeira vista

A primeira vez que te olhei
O meu coração disparou
E tão de repente eu notei
Que alguma coisa mudou...
Deu uma vontade
De me declarar
Posso até dizer
Que eu nunca senti...
Amor à primeira vista
Força dessa conquista
Fez a gente se revelar
Se isso for verdadeiro
Me entrego de corpo inteiro
Tenho tanto amor prá dar.

A primeira vez que te olhei
O meu coração disparou
Oh! Oh! Oh! Oh!
E tão de repente eu notei
Que alguma coisa mudou...
Deu uma vontade
De me declarar
Posso até dizer
Que eu nunca senti...
Amor à primeira vista
Força dessa conquista
Fez a gente se revelar
Se isso for verdadeiro
Me entrego de corpo inteiro
Tenho tanto amor prá dar