Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

J aime

J'aime quand le vent nous taquine
Quand il joue dans tes cheveux
Quand tu te fais ballerine
Pour le suivre à pas gracieux
J'aime quand tu reviens ravie
Pour te jeter à mon cou
Quand tu te fais petite fille
Pour t'asseoir sur mes genoux
J'aime le calme crépuscule
Quand il s'installe à pas de loup
Mais j'aime a espérer crédule
Qu'il s'embraserait pour nous
J'aime ta main qui me rassure
Quand je me perds dans le noir
Et ta voix elle murmure
De la source de l'espoir
J'aime quand tes yeux couleur de brume
Me font un manteau de douceur
Et comme sur un coussin de plumes
Mon front se pose sur ton cœur



Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>>>>> aqui


sábado, 28 de novembro de 2009

Alguém como tu

Dick Farney, nome artístico de Farnésio Dutra e Silva foi um cantor, pianista e compositor brasileiro.

Começou a tocar piano ainda na infância, quando aprendia música erudita com o pai,e enquanto a mãe lhe ensinava canto.

Nasceu a 14 de Novembro de 1921 e faleceu em 4 de Agosto de 1987

Alguém como tu
Assim como tu, eu preciso encontrar
Alguém sempre meu
De olhar como o teu
Que me faça sonhar

Amores eu sei
Na vida eu achei e perdi
Mas nunca ninguém desejei
Como desejo a ti

Se tudo acabou
Se o amor já passou
Há de o sonho ficar
Sozinho estarei
E alguém eu irei procurar

Eu sei que outro amor posso ter
E um novo romance viver
Mas sei que também
Assim como tu
Mais ninguém

Se tudo acabou
Se o amor já passou
Há de o sonho ficar
Sozinho estarei
E alguém eu irei procurar

Eu sei que outro amor posso ter
E um novo romance viver
Mas sei que também
Assim como tu
Mais ninguém

Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>> aqui

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Manuela

Ah, gli han dotto chè la piu
Bella di Barcelona
L'ha vista gettar lo scialle giù nell' arena
Ah, di quando l'hamesso in pena
La catalana :
Singhiozza la sua chitarra nel chiar di luna
Manuela, Manuela
Se nelle tua casa moresca tu stai cosi sola
tu sola
Manuela
Accogli i sospirie rispondicon una parola :
Amore ! Amore !
Non senti ch'io voglio donarti per sempre
Il mio cuore
Manuela, oh Manuela
Sul raso turchino dei sogni c'è scritto Manuela
Ah ! Ah ! Ah !


Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>< aqui

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Marina

Rocco Granata, nascido em 16 de agosto de 1938, é um cantor belga, nasceu em Figline Vegliaturo, Calabria, Itália meridional, mas seus pais emigraram para a Bélgica, quando ele tinha dez anos.



Mi sono innamorato di Marina
una ragazza mora ma carina
ma lei non vuol saperne del mio amore
cosa faro' per conquistarle il cuor.
Un girono l'ho incontrata sola sola,
il cuotre mi batteva mille all'ora.
Quando le dissi che la volevo amare
mi diede un bacio e l'amor sboccio'...

Marina, Marina, Marina
Ti voglio al piu' presto sposar
Marina, Marina, Marina
Ti voglio al piu' presto sposar

O mia bella mora
no non mi lasciare
non mi devi rovinare
oh, no, no, no, no, no...


Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>>>>> aqui


sábado, 21 de novembro de 2009

Você passa eu acho graça

Clara Nunes uma força da música, infelizmente cedo desaparecida

Quis você pra meu amor
E você não entendeu
Quis fazer você a flor
De um jardim somente meu
Quis lhe dar toda ternura
Que havia dentro de mim
Você foi a criatura
que me fez tão triste assim

Ah, e agora, você passa,
eu acho graça
Nessa vida tudo passa
E você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela
Que desfolhou, perdeu a cor

Tanta volta o mundo dá
Nesse mundo eu já rodei
Voltei ao mesmo lugar
Onde um dia eu encontrei
Minha musa, minha lira,
minha doce inspiração
Seu amor foi a mentira
Que quebrou meu violão

Ah, e agora, você passa,
eu acho graça
Nessa vida tudo passa
E você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela
Que desfolhou, perdeu a cor

Seu jogo é carta marcada
Me enganei, nem sei porquê
Sem saber que eu era nada
Fiz meu tudo de você
Pra você fui aventura
Você foi minha ilusão
Nosso amor foi uma jura
Que morreu sem oração

Ah, e agora, você passa,
eu acho graça
Nessa vida tudo passa
E você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela
Que desfolhou, perdeu a cor

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Serenata do adeus

Clara Nunes já faleceu há 26 anos. Foi com este tema de Vinicius de Morais, gravada anteriormente por Elizeth Cardoso. que ela venceu a etapa mineira do concurso "A Voz de Ouro ABC. A partir daí, Clara Nunes começou a cantar na Rádio Inconfidência de Belo Horizonte. Durante três anos seguidos foi considerada a melhor cantora de Minas Gerais.

Nunca mais parou o êxito e a sua ascensão no mundo da música brasileira, até que aos 39 anos, uma aparentemente simples cirurgia de varizes, que acabou por uma reacção alérgica a um componente do anestésico, numa paragem cardíaca e depois na madrugada de 2 de abril de 1983 - um Sábado de Aleluia -, Clara Nunes entrou oficialmente em óbito , vítima de um choque anafiláctico

Ai,a lua que no céu surgiu
Não é a mesma que te viu
Nascer nos braços meus
Cai, a noite sobre o nosso amor
E agora só restou do amor
Uma palavra :Adeus

Ai, vontade de ficar
mas tendo que ir embora
Ai, que amar é se ir morrendo
pela vida fora
É reflectir na lágrima,
um momento breve
De uma estrela pura
cuja luz morreu

Ai, mulher, estrela a refulgir
Parte, mas antes de partir
Rasga meu coração
Crava as garras no meu peito em dor
E esvai em sangue todo o amor
Toda desilusão

Ai, vontade de ficar
mas tendo que ir embora
Ai, que amar é se ir morrendo
pela vida fora
É reflectir na lágrima
um momento breve
De uma estrela pura
cuja luz morreu

Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>>>>>>> aqui


terça-feira, 17 de novembro de 2009

Voir un ami pleurer

Fantástica como sempre Lara Fabian homenageia Jacques Brel, cantando um dos seus temas


Bien sûr il y a les guerres d'Irlande
Et les peuplades sans musique
Bien sûr tout ce manque de tendres
Il n'y a plus d'Amérique
Bien sûr l'argent n'a pas d'odeur
Mais pas d'odeur vous monte au nez
Bien sûr on marche sur les fleurs
Mais voir un ami pleurer !

Bien sûr il y a nos défaites
Et puis la mort qui est tout au bout
Nos corps inclinent déjà la tête
Étonnés d'être encore debout
Bien sûr les femmes infidèles
Et les oiseaux assassinés
Bien sûr nos cœurs perdent leurs ailes
Mais mais voir un ami pleurer !

Bien sûr ces villes épuisées
Par ces enfants de cinquante ans
Notre impuissance à les aider
Et nos amours qui ont mal aux dents
Bien sûr le temps qui va trop vite
Ces métro remplis de noyés
La vérité qui nous évite
Mais voir un ami pleurer !

Bien sûr nos miroirs sont intègres
Ni le courage d'être juifs
Ni l'élégance d'être nègres
On se croit mèche on n'est que suif
Et tous ces hommes qui sont nos frères
Tellement qu'on n'est plus étonnés
Que par amour ils nous lacèrent
Mais voir un ami pleurer !

Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>> aqui

sábado, 14 de novembro de 2009

Caminhemos

Este tema de 1948 da autoria de Herivelto Martins ainda hoje é cantado, para perpetuar este êxito, muito contribuiu Nelson Gonçalves.


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Mensagem

Maria Bethânia interpreta aqui um velho samba de Cícero Nunes e Aldo Cabral

Quando o carteiro chegou
E o meu nome gritou
Com um carta na mão
Ante surpresa tão rude
Nem sei como pude chegar ao portão

Lendo o envelope bonito
No seu sobrescrito eu reconheci
A mesma caligrafia
Que me disse um dia
Estou farto de ti

Porém não tive a coragem
De abrir a mensagem
Porque na incerte...za
Eu meditava e dizia

Será de alegria
Ou será de tristeza
Quanta verdade tristonha
Ou mentira risonha
Que uma carta nos traz
E assim pensando rasguei
Tua carta e queimei
Para não sofrer mais

intercalando nesse tema o poema de Fernando Pessoa Todas as cartas de amor são ridículas

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)


Caso não consiga ver o clip clicat >>>>>>>>>>>>>>>> aqui


domingo, 8 de novembro de 2009

When the girl in your arms

When the girl in your arms
Is the girl in you heart
Then you have got everything
When you are holding the dream
You have been dreaming you would hold
You're as rich as a king
So hold her tight
And never let her go
Day and night
Let her know
You love her so
With the love of your life
Spend the lifetime of love
Make her yours for evermore

So hold her tight
And never let her go
Day and night
Let her know
You love her so
With the love of your life
Spend the lifetime of love
Make her yours for evermore
Make her yours for evermore

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Grande amor

Isto chama-se encanto o casamento entre jazz e a bossa nova, um trabalho conjunto de 1964,de Stan Getz e João Gilberto neste caso interpretando uma letra de Tom Jobim

Haja o que houver,
há sempre um homem, para uma mulher.
E há de sempre haver para esquecer,
um falso amor e uma vontade de morrer.
Seja como for há de vencer o grande amor,
que há de ser no coração
Como um perdão
Pra quem chorou


Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>> aqui


quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Moon river

Este Moon River é um velho clássico e não é um dos temas mais emblemáticos de Cliff Richard, foi exactamente essa curiosidade que me levou a trazê-lo aqui.

Moon river, wider than a mile
I'm crossing you in style some day
Oh, dream maker, you heart breaker
Wherever you're goin', I'm goin' your way

Two drifters, off to see the world
There's such a lot of world to see
We're after the same rainbow's end, waitin' 'round the bend
My huckleberry friend, Moon River, and me

(Moon river, wider than a mile)
(I'm crossin' you in style some day)
Oh, dream maker, you heart breaker
Wherever you're goin', I'm goin' your way

Two drifters, off to see the world
There's such a lot of world to see
We're after that same rainbow's end, waitin' 'round the bend
My huckleberry friend, Moon River, and me


Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>>>>> aqui

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Estúpido cupido

Reconheço temazinha idiota, mas que fez muito sucesso nos idos de 60, na voz da Celly Campelo

Oh! Cupido, Vê Se Deixa Em Paz,
Meu Coração que Já não pode amar
Eu Amei Há Muito Tempo Atrás,
Já Cansei De Tanto Soluçar

Hei, Hei, É O Fim,
oh oh, Cupido vá Longe De Mim

Eu Dei Meu Coração A Um Belo Rapaz
Que Prometeu Me Amar E Me Fazer Feliz
Porém, Ele Me Passou Pra Trás,
Meu Beijo Recusou
E O Meu Amor Não Quis.

Hei, Hei, É O Fim, Oh oh, Cupido
vá Longe De Mim.

Eu Vi Um Coração
Cansado De Chorar,
A Flecha Do Amor
Só Traz Angústia E A Dor

Mas, Seu Cupido o Meu Coração
Não Quer Saber De Mais Uma Paixão
Por Favor, Vê Se Me Deixa Em Paz,
Meu Pobre Coração Já Não Agüenta Mais

Hei, Hei, É O Fim,
Oh oh, Cupido vá Longe De Mim

Mas, Seu Cupido o Meu Coração
Não Quer Saber De Mais Uma Paixão
Por Favor, Vê Se Me Deixa Em Paz,
Meu Pobre Coração Já Não Agüenta Mais

Hei,Hei,É O Fim,
Oh oh Cupido Vá Longe De Mim(bis)

Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>> aqui